domingo, 20 de dezembro de 2009

CASAMENTOS / Correria, Ritmo e Criatividade

O que vou escrever hoje não é apenas sobre os bastidores de uma produção, mas das dificuldades que têm que ser quebradas dia a dia. Dificuldades essas que deixariam qualquer novato de cabelo em pé. Afinal, para quem nos vê fotografando e filmando não tem ideia do sufoco que passamos muitas vezes. Porém é um sufoco que vale a pena ao vermos o trabalho pronto e o cliente satisfeito. Com isso podemos perceber que o registro de um casamento não é algo tão simples, pois lidamos com os imprevistos e a ansiedade dos noivos antes, durante e depois do evento.

Nas fotos acima mostrei alguns ângulos que englobam a grandiosidade do sacramento: Cenas em panorâmicas e detalhes importantes que nunca devem ser esquecidos. Aqui destaquei a Igreja Católica. Porém cabe a cada profissional se adaptar aos diversos tipos de religião e respeitar os momentos mais importantes. Afinal, os "atores" não poderão voltar caso se perca algo, não é?

Na foto acima vocês podem ver a preocupação minha e de Cintya em captar sempre o melhor ângulo. Enquanto ela registrava esse momento eu com minha câmera e o led dávamos o reforço necessário na iluminação. Nesse momento muitos padrinhos jogavam arroz. Por esse motivo fiquei um pouco apertado no degrau da escada.

Já nesta outra foto, enquanto Cintya captava o melhor momento no palco, eu me concentrava com o meu equipamento aguardando o momento do "lançamento" do buquê. Para reforçar a iluminação e não comprometer a luz do ambiente decidi rebater o meu spot na parece do local. Com isso criei uma luz difusa que me rendeu o efeito desejado.

Nesse outro casamento o noivo Gil "detona" sua guitarra Fender tocando músicas de Eric Clapton. Como rendeu muito material fiz um DVD separado do casamento somente com o show e batizei-o de Gil & CIA, devido ao fato dele ter tocado acompanhado da banda Mundo e CIA.

A partir da foto acima vemos os detalhes de um making of antes da externa.

Aqui a noiva Kamila se prepara para entrar no vestido pela segunda vez.

Nesta última foto de Cintya vemos a vantagem que as mulheres fotógrafas sempre terão sobre nós homens: acompanhar o momento de intimidade da noiva. E mesmo que apareça algum fotógrafo dizendo que também faz essas fotos, posso afirmar que é possível. Mas nunca terão a tranquilidade e delicadeza que elas conseguem registrar.
Fernando Magaldi

domingo, 6 de dezembro de 2009

EXTERNAS DE CASAMENTO / Sempre Uma Surpresa

Toda vez que saímos para produzir uma externa de casamento nos surpreendemos com os imprevistos. Sejam eles nos locais escolhidos para as locações, seja pelo tempo que muda sem previsão, seja por uma imagem surpreendente através de ângulos que não imaginávamos, entre outros fatores. Tudo isso é o resultado de que nem sempre o que planejamos acontece. Às vezes um local não tão bonito se torna um painel de fundo para fotos espetaculares.

Quando decidimos os locais das locações com o cliente sempre nos preocupamos com o perfil dele. Uns gostam de praia, outros de montanha, lugares antigos, sítios e fazendas e por aí vai. Com essa informação decidida nos preparamos para produzir o sonho dos noivos, agora marido e mulher, se transformar em realidade.

Enquanto Cintya fotografa me preocupo sempre em encontrar o melhor ângulo durante as filmagens de modo que torne o trabalho o mais espontâneo e natural possível. Nunca chamo os noivos para olhar para a câmera, por exemplo. Porém esse detalhe tem que ser feito com muito cuidado, pois se você não tem experiência e resistência para seguir o ritmo frenético dos noivos e a velocidade em que as imagens surgem na sua frente, dificilmente conseguirá filmar cenas espetaculares e expressivas. Por isso que sempre tenho boas imagens nos meus trabalhos. Algo que me ajuda muito na Ilha de Edição.

Imagens de qualidade técnica e sensibilidade são alguns dos ingredientes que tornam uma boa foto e filmagem em trabalhos inesquecíveis. Afinal esse é o nosso objetivo: Produzir trabalhos onde o cliente orgulhoso mostrará para seus amigos e as gerações futuras a qualidade do que produzimos e o reconhecimento de que o carinho e o amor que temos em produzir fez a diferença no resultado final.
Fernando Magaldi

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

MARA E RAPHAEL / Melhores Momentos


Com uma trilha sonora escolhida pelos noivos e muita espontaneidade, consegui produzir um material muito bom. Aqui vocês poderão conferir os melhores momentos do casamento de MARA e RAPHAEL. Um casal muito legal que soube aproveitar todos os momentos da Igreja e da Festa com alegria e emoção.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

CASAMENTOS / A Riqueza dos Detalhes

Muitas pessoas às vezes não prestam atenção em fotos de detalhes. Porém são esses pequenos "segredos" que tornam o trabalho fotográfico completo (desde que seja bem feito). Além disso o profissional deve fazer essas fotos com cautela e nunca "viajar" nessas imagens sem esquecer o principal: A Cobertura Do Evento.

Há situações onde o foco manual se torna necessário e até obrigatório. Mas se você trabalha com um equipamento que lhe dê o foco preciso aí não tem problema. Pode usar o automático à vontade. Que aliás é o mais recomendado em eventos sociais e externas.

Conheço profissionais que quando começaram a carreira achavam mais "profissional" usar o foco e os outros recursos da câmera no manual. Porém, após acompanhar a evolução dos equipamentos ao longo dos anos, eles perceberam que certos recursos só se usa com muita prática ou em emergências. O que importa é a qualidade final da imagem e a sensibilidade técnica do fotógrafo. Já dentro do estúdio a história muda de figura. Praticamente todos os recursos manuais de Foco (raramente), Íris (obturador), Velocidade e ISO são recomendados para que se tenha o sincronismo com os flashes e o controle preciso da luz.

Um exemplo de foco manual é o dessa foto abaixo de Cintya Magaldi. Numa situação em certa distância usando a teleobjetiva e com tantos objetos em movimento foi preciso focar as alianças para não "enlouquecer" o foco automático. Porém, se você possui experiência em travar o foco antes de disparar, ótimo. Mas é sempre bom conhecer todas as técnicas.

Como você pôde perceber na foto acima, a situação estava "um pouco apertada". Daí a precisão do foco no objeto central.

Nessa postagem usei imagens de vários casamentos feitos por nós, entre igreja e externas, para ilustrar as várias situações e ângulos que só o olho de um bom fotógrafo pode enxergar.

Fernando Magaldi

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

EXTERNA MARCELA E JOÃO PAULO


Marcela e João Paulo se casaram aqui em Cachoeiro na Igreja Matriz Velha. Atualmente moram na cidade de São Paulo. Um casal muito legal que soube esperar pelo resultado final devido a qualidade de nosso trabalho.
Todas as imagens foram captadas no litoral do Espírito Santo, saindo de Marataízes. Paramos em várias praias. Pena que ventou muito. Mesmo assim valeu a pena.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

EXTERNA VANESSA E EDUARDO


Um dos meus trabalhos favoritos, a produção de clips de casamento me dá a liberdade que preciso para criar, experimentar e aplicar meus conhecimentos. Principalmente linguagem cinematográfica.

Neste clip que se encontra na íntegra vocês poderão conhecer um pouco Vanessa e Eduardo. A espontaneidade deles ajudou e muito na hora de gravar. O que contribuiu bastante para editar também. Afinal, não faltou material de qualidade.

BOOKS


Book é a arte de transformar pessoas. Aqui você confere alguns dos trabalhos de Cintya. Futuramente publicarei outros.

ANIVERSÁRIOS

Em datas especiais nada melhor do que produzir imagens especiais. Esse é nosso objetivo no estúdio. Acima vocês poderão ver algumas imagens dos trabalhos de Cintya na área de aniverários.